Setor privado prepara propostas de investimentos em portos brasileiros

Setor privado prepara propostas de investimentos em portos brasileiros

Setor privado prepara propostas de investimentos em portos brasileiros

Notícias

Seis entidades portuárias pretendem entregar, até o final do mês, uma série de propostas ao Governo Federal para impulsionar investimentos nos portos brasileiros e ainda eliminar a burocracia no setor. Entre as medidas que serão sugeridas, estão um modelo para a concessão da dragagem e a revisão de decretos e resoluções publicados nos últimos anos.

A Federação Nacional dos Operadores Portuários (Fenop), a Associação Brasileira de Terminais Portuários (ABTP), a Associação Brasileira dos Terminais de Líquidos (ABTL) e a Associação Brasileira dos Terminais de Contêineres de Uso Público (Abratec), além da Associação de Terminais Portuários Privados (ATP) e da Associação Brasileira de Terminais e Recintos Alfandegados (Abtra), estão envolvidas no trabalho.

As entidades pretendem avaliar todos os gargalos e propor melhorias a um grupo de trabalho criado pela União para destravar investimentos no setor portuário. Nessa equipe, estão representantes do Ministério dos Transportes, Portos e Aviação Civil, da Casa Civil, do Programa de Parcerias de Investimentos (PPI), da Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq) e de outros órgãos do Governo Federal.

Entre as questões estudadas pela iniciativa privada, está a dificuldade que o Governo enfrenta para contratar a dragagem do Porto de Santos. As entidades pretendem encaminhar uma proposta para a concessão do serviço.

O modelo ainda está em estudo, mas segue os padrões já debatidos em audiências públicas no ano passado. Na ocasião, a concessão da dragagem dividiu opiniões, principalmente pelo reflexo que tal medida teria nas finanças das administrações portuárias, que não realizariam mais essas obras e teriam de reduzir o valor das tarifas de manutenção da infraestrutura aquaviária. Com isso, sua receita seria reduzida sensivelmente.

“Não podemos olhar só a árvore. Temos que olhar a floresta inteira. É preciso buscar uma solução e privatizar a dragagem seria uma delas, mas aí também é preciso buscar uma solução para as Docas”, explicou o diretor da ABTP, Wilen Manteli. O presidente da Fenop, Sérgio Aquino, tem a mesma opinião. “O que temos hoje é um modelo anacrônico, que não tem agilidade de contratação e nem sustentabilidade financeira. Estamos estudando o modelo de concessão condominial ou através de uma licitação”, explicou.

TUPS

“Aproveitando o discurso do novo governo de garantir a livre iniciativa e aumentar a segurança jurídica, enviaremos uma proposta não para alterar a lei, para corrigir normais infralegais, questões de interpretação”, afirmou Wilen Manteli.

Neste caso, o diretor da ABTP se refere à portaria que limita a 25% a expansão de áreas em Terminais de Uso Privado (TUPs). Os empresários entendem que não há motivo para que o Governo limite essa expansão.

“A longa via crucis para a antecipação das renovações de contratos de arrendamento e ampliações de áreas são outro ponto que estamos avaliando”, disse o representante dos terminais.

Hoje, 35 pedidos de renovação de concessões portuárias estão em tramitação no Governo Federal. Entre eles, há solicitações de prorrogações e de reequilíbrio econômico-financeiro. Segundo Manteli, até agora, apenas nove solicitações de renovação antecipada de contrato foram atendidas e geraram programas de investimentos de cerca de R$ 8 bilhões – a serem realizados no setor nos próximos anos.

A cobrança de taxa de espelho d’água – pela utilização da área marítima do terminal – feita pela Secretaria de Patrimônio da União (SPU) também é outro ponto a ser discutido pela iniciativa privada. “São questões absurdas, que ainda não foram resolvidas, apesar da pressão desde que essas regras foram criadas. Elas causam burocracia e custos ao setor”, afirmou Manteli.

Procurado, o Ministério dos Transportes, Portos e Aviação Civil não respondeu aos questionamentos da reportagem até o fechamento desta edição.

Fonte: A Tribuna

Posts Relacionados

ANUT participará do evento P3C PPP e Concessões no Painel sobre RCR!

27/01/2023

Notícias

ANUT participará do evento P3C PPP e Concessões no Painel sobre RCR!

🗓️ Confira as datas: 27 de Fevereiro | Abertura e Premiação | Presencial | B3 28 de Fevereiro | Conferência | Presencial | Centro de Convenções Frei Caneca 🚨Informações https://lnkd.in/dnytsxEc

Saiba mais
Free Flow tem início na BR-101/RJ (Rio-Santos) na segunda-feira (30/1)

27/01/2023

Notícias

Free Flow tem início na BR-101/RJ (Rio-Santos) na segunda-feira (30/1)

Após o período de testes e ajustes nos equipamentos, cobrança efetiva deve acontecer a partir de março A Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) e a CCR RioSP, concessionária responsável pela BR-116/101/RJ/SP, iniciam, […]

Saiba mais
ANTT abre Audiência Pública sobre o Vale-Pedágio obrigatório

23/01/2023

Notícias

ANTT abre Audiência Pública sobre o Vale-Pedágio obrigatório

A sessão pública acontece dia 13/2   AAgência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) publicou a Deliberação nº 3 que comunica a realização da Audiência Pública nº 2/2023 sobre a proposta de revisão e atualização da […]

Saiba mais