Sem surpresas, FCA, MRS e Rumo assumirão a gestão da Fips

Sem surpresas, FCA, MRS e Rumo assumirão a gestão da Fips

Sem surpresas, FCA, MRS e Rumo assumirão a gestão da Fips

Notícias

Porto de Santos

A Santos Port Authority divulgou a composição da nova cessionária que administrará a Ferrovia Interna do Porto de Santos (Fips). Ferrovia Centro-Atlântica, operada pela VLI, MRS Logística e a Rumo tiveram suas propostas aprovadas pela SPA e terão até 45 dias para apresentarem um plano de transição operacional da Fips. A cessionária, composta pelas três empresas, deverá atuar sob um modelo de gestão associativa. Depois de apresentado e aprovado, o plano de transição terá um prazo máximo de 90 dias para ser implementado. A estimativa da SPA é assinar o contrato ainda este ano.  

A nova cessionária será responsável pela gestão, operação, manutenção e expansão da Fips pelo prazo de 35 anos e terá de realizar investimentos da ordem de R$ 891 milhões, no prazo máximo de cinco anos, contados da aprovação dos respectivos projetos executivos pela SPA. “O contrato associativo é uma das principais inovações da Fips, em que as empresas ferroviárias integrantes da cessionária realizarão uma gestão cooperativa baseada em uma autorregulação administrativa e operacional, na qual compartilharão custos e sem finalidade lucrativa. Ao longo de toda a vigência contratual a cessionária realizará, bianualmente, chamamentos públicos, de forma a garantir o ingresso de novos associados”, diz a SPA em nota.      

Atualmente, a capacidade ferroviária do complexo portuário é de 50 milhões de toneladas por ano, segundo a SPA. A expectativa é que nos próximos anos alcance 115 milhões de toneladas/ano, para dar vazão às perspectivas de crescimento do volume de grãos no porto. Hoje, a capacidade das ferrovias internas do complexo está próxima da saturação, afirma a autoridade portuária, com 94% de utilização.    

De acordo com a SPA, as obras devem começar à medida em que os projetos executivos forem sendo aprovados. As principais intervenções serão:  pátio ferroviário entre o canal 4 e a Ponta da Praia, dotado de três vias férreas para atendimento aos terminais de celulose; viadutos para eliminação de passagem de nível na região do canal 4-Marinha; passarelas de pedestres entre o canal 4 e Ponta da Praia; pera ferroviária, dois viadutos e passarela na região de Outeirinhos; novo viário da segunda entrada da margem direita do Porto de Santos, no Saboó.   A Revista Ferroviária publicou na mais recente edição uma entrevista com o diretor de Negócios e Regulação da SPA, Bruno Stupello, que explicou em detalhes o novo modelo de gestão da Fips. Clique aqui para ler. 

Fonte: Revista Ferroviária

Posts Relacionados

ANUT participará do evento P3C PPP e Concessões no Painel sobre RCR!

27/01/2023

Notícias

ANUT participará do evento P3C PPP e Concessões no Painel sobre RCR!

🗓️ Confira as datas: 27 de Fevereiro | Abertura e Premiação | Presencial | B3 28 de Fevereiro | Conferência | Presencial | Centro de Convenções Frei Caneca 🚨Informações https://lnkd.in/dnytsxEc

Saiba mais
Free Flow tem início na BR-101/RJ (Rio-Santos) na segunda-feira (30/1)

27/01/2023

Notícias

Free Flow tem início na BR-101/RJ (Rio-Santos) na segunda-feira (30/1)

Após o período de testes e ajustes nos equipamentos, cobrança efetiva deve acontecer a partir de março A Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) e a CCR RioSP, concessionária responsável pela BR-116/101/RJ/SP, iniciam, […]

Saiba mais
ANTT abre Audiência Pública sobre o Vale-Pedágio obrigatório

23/01/2023

Notícias

ANTT abre Audiência Pública sobre o Vale-Pedágio obrigatório

A sessão pública acontece dia 13/2   AAgência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) publicou a Deliberação nº 3 que comunica a realização da Audiência Pública nº 2/2023 sobre a proposta de revisão e atualização da […]

Saiba mais