Secretaria de Portos lança consulta pública de Antonina e Paranaguá

Secretaria de Portos lança consulta pública de Antonina e Paranaguá

Secretaria de Portos lança consulta pública de Antonina e Paranaguá

Notícias

Foram publicadas no Diário Oficial as aberturas das consultas públicas referentes às adaptações das poligonais das áreas dos portos organizados de Antonina e Paranaguá.

Até o dia 24 de setembro, os interessados poderão enviar contribuições e questionamentos para a Secretaria de Portos (SEP), por meio de correspondência ou e-mail. São dois os endereços eletrônicos disponíveis para o envio de mensagens: poligonais.antonina@portosdobrasil.gov.br e poligonais.paranagua@portosdobrasil.gov.br

O processo contará, ainda, com duas audiências públicas, uma em Antonina, no dia 27 de agosto, e outra, em Paranaguá, no dia 28 de agosto, em Paranaguá. No decorrer do prazo da consulta, serão realizadas audiências com as comunidades indígenas próximas aos portos, acompanhadas pela Fundação Nacional do Índio (Funai), visando garantir uma participação efetiva dessa população na discussão.

PROPOSTAS – Os desenhos iniciais das poligonais, apresentados pela SEP neste início de consulta pública, foram elaborados após discussões com a Administração Portuária, e observaram as regras da Lei Federal número 12.815/2013.

As propostas mantêm nas áreas dos dois portos organizados os imóveis sob a gestão da autoridade portuária, e consideraram, nas suas definições, a adequação dos acessos marítimos e terrestres, os ganhos de eficiência e competitividade decorrente da escala das operações e as instalações portuárias já existentes.

Na página da SEP na internet, constam os documentos que fundamentaram a proposta inicial feita por esta Secretaria. Eles estão disponíveis no site www.portosdobrasil.gov.br/, no link ASSUNTOS – Gestão – Poligonais.

ANTONINA – O Porto de Antonina conta com uma infraestrutura de acostagem de 60m de cais público, acrescidos de 360m de cais na Ponta do Félix. Possui terminais destinados à movimentação de carga geral e granéis sólidos, sendo que, sua principal movimentação atualmente é de fertilizantes.

De acordo com dados da Agência Nacional de Transportes Aquaviários (ANTAQ), até setembro de 2014, o porto de Antonina movimentou um total de 1,2 milhão de toneladas. Sua área de influência abrange os principais estados produtores de granéis agrícolas, como Paraná, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Goiás.

PARANAGUÁ – A construção do porto começou efetivamente em novembro de 1926, com inauguração em 17 de março de 1933. Suas instalações contam com abrigo natural e seguro para as embarcações, contando com um cais público de 4.232 metros acostáveis, além de três píeres.

Possui 2,35 km² de infraestrutura destinada à movimentação de cargas, entre elas, contêiner, granel sólido e carga geral, sendo que os principais produtos movimentados pelo porto são: soja, contêineres, fertilizantes, farelo de soja e açúcar.

De acordo com dados da ANTAQ, até setembro de 2014, o porto de Paranaguá movimentou um total de 31,9 milhões de toneladas, apresentando um crescimento de 1% em relação a 2013. Apenas neste ano de 2015, já foram movimentadas 22,3 milhões de toneladas pelo Porto de Paranaguá.

Possui uma área de influência abrangente, contemplando desde estados do Sudeste, até estados do Centro-Oeste e Norte do país.
Fonte: Agência de Notícias do Paraná

Posts Relacionados

ANUT participará do evento P3C PPP e Concessões no Painel sobre RCR!

27/01/2023

Notícias

ANUT participará do evento P3C PPP e Concessões no Painel sobre RCR!

🗓️ Confira as datas: 27 de Fevereiro | Abertura e Premiação | Presencial | B3 28 de Fevereiro | Conferência | Presencial | Centro de Convenções Frei Caneca 🚨Informações https://lnkd.in/dnytsxEc

Saiba mais
Free Flow tem início na BR-101/RJ (Rio-Santos) na segunda-feira (30/1)

27/01/2023

Notícias

Free Flow tem início na BR-101/RJ (Rio-Santos) na segunda-feira (30/1)

Após o período de testes e ajustes nos equipamentos, cobrança efetiva deve acontecer a partir de março A Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) e a CCR RioSP, concessionária responsável pela BR-116/101/RJ/SP, iniciam, […]

Saiba mais
ANTT abre Audiência Pública sobre o Vale-Pedágio obrigatório

23/01/2023

Notícias

ANTT abre Audiência Pública sobre o Vale-Pedágio obrigatório

A sessão pública acontece dia 13/2   AAgência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) publicou a Deliberação nº 3 que comunica a realização da Audiência Pública nº 2/2023 sobre a proposta de revisão e atualização da […]

Saiba mais