Nova tabela de frete tem alta de 4,6% e passa a valer nesta terça (20)

Nova tabela de frete tem alta de 4,6% e passa a valer nesta terça (20)

Nova tabela de frete tem alta de 4,6% e passa a valer nesta terça (20)

Notícias

Valores foram reajustados pelo IPCA no período de dezembro de 2020 a maio de 2021

A nova tabela com os preços mínimos para o frete de transporte rodoviário no país traz aumento de 4,6%. Os novos valores entram em vigor a partir da próxima terça-feira, dia 20 de julho de 2021.

Publicada pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) nessa quinta-feira, 15 de julho de 2021, a tabela tem valores reajustados pela variação do IPCA, Índice de Preços ao Consumidor Amplo, no período de dezembro de 2020 a maio de 2021.

De acordo com a ANTT, o frete leva em conta o valor do óleo diesel S10. O preço usado foi apurado pela Agência Nacional do Petróleo e Gás Natural (ANP) de 13 a 18 de junho, de R$ 4,56 por litro.

Para o cálculo do reajuste a Agência utiliza dados como o tipo de carga, o número de eixos do caminhão e a distância do deslocamento, entre outros fatores.

O reajuste é uma determinação definida em lei, o que faz com que a ANTT seja obrigada reajustar os valores do frete a cada seis meses, em janeiro e julho de cada ano.

A tabela pode ser reajustada fora desses meses, desde que o preço do diesel oscile em 10%, tanto para mais, quanto para menos.

Fonte: Diário dos Transportes

Posts Relacionados

ANUT participa de Audiência com o Ministro dos Transportes

17/03/2023

Notícias

ANUT participa de Audiência com o Ministro dos Transportes

Foi realizada ontem, 16/março, na Esplanada dos Ministérios em Brasília, Audiência com o Ministro dos Transportes Renan Filho para apresentar o Conselho Diretor da ANUT e tratar de temas de interesse dos associados. […]

Saiba mais
ANUT participa do P3C (PPP e Concessões)

06/03/2023

Notícias

ANUT participa do P3C (PPP e Concessões)

O Presidente Baldez participou no último 28/fevereiro, em São Paulo, como moderador do P3C (PPP e Concessões) – Painel “RODOVIAS: O QUE É PRECISO FAZER PARA QUE O RCR ATINJA SEUS OBJETIVOS?” O […]

Saiba mais