Movimentação de cargas no Porto de Santos cresce 4,4%

Movimentação de cargas no Porto de Santos cresce 4,4%

Movimentação de cargas no Porto de Santos cresce 4,4%

Notícias

A movimentação de cargas no Porto de Santos aumentou 4,4% no mês passado, chegando a 7,83 milhões de toneladas. Foi o segundo melhor resultado do complexo marítimo para janeiro, perdendo apenas para o obtido em 2013. O crescimento se deve às exportações, principalmente as de milho, que atingiram um total recorde para o mês. Já as importações caíram 13,4%, mantendo a tendência de queda iniciada no último ano.

Os números integram o balanço operacional do Porto em janeiro, divulgado pela Companhia Docas do Estado de São Paulo (Codesp).

O ministro dos Portos, Helder Barbalho, considera que o aumento das operações no complexo confirma as expectativas para o setor. “O resultado do Porto de Santos demonstra o que temos afirmado, que não há crise nos portos brasileiros”, disse a autoridade, destacando que essa movimentação reforça a necessidade de manter os investimentos. “Somente em Santos, este ano, são obras de dragagem, de melhoria de acessos e integração de modais, com recursos públicos, além dos investimentos privados”, afirmou.

Segundo o diretor-presidente da Codesp, Alex Oliva, “os números comprovam maior eficiência na gestão portuária. A Codesp está priorizando a viabilização da infraestrutura necessária para atender ao crescimento constante na movimentação de cargas. Com os novos arrendamentos de áreas portuárias e a conclusão de algumas obras viárias, este ano poderemos quebrar mais uma vez o recorde de movimentação do Porto”, declarou.

De acordo com o balanço da Docas, as exportações em Santos no mês passado somaram 5,58 milhões de toneladas, 13,8% a mais do que em janeiro do último ano. O milho foi o produto com o maior aumento percentual no período (234,6%) e o maior volume, 1,709 milhão de toneladas. Em segundo lugar, ficou o açúcar, com 950 mil toneladas, 22,7% a menos.

As importações chegaram a 2,25 milhões de toneladas, uma queda de 13,4%. O produto de melhor desempenho foi o trigo, com 81,28 mil toneladas descarregadas, 64,2% a mais do que em janeiro de 2015.

Entre os contêineres, o resultado foi negativo. No mês passado, foram movimentados 269,2 mil TEU (unidade equivalente a um contêiner de 20 pés), 5,6% a menos do que no mesmo período do último ano.

Conforme o levantamento da Codesp, em janeiro, o Porto teve 395 atracações, uma redução de 4,1%. Com isso, a consignação média (tonelagem operada por navio) atingiu a marca de 22,6 mil toneladas por cargueiro, superior às 20,5 mil do primeiro mês do último ano.

Fonte: A Tribuna

Posts Relacionados

ANUT participará do evento P3C PPP e Concessões no Painel sobre RCR!

27/01/2023

Notícias

ANUT participará do evento P3C PPP e Concessões no Painel sobre RCR!

🗓️ Confira as datas: 27 de Fevereiro | Abertura e Premiação | Presencial | B3 28 de Fevereiro | Conferência | Presencial | Centro de Convenções Frei Caneca 🚨Informações https://lnkd.in/dnytsxEc

Saiba mais
Free Flow tem início na BR-101/RJ (Rio-Santos) na segunda-feira (30/1)

27/01/2023

Notícias

Free Flow tem início na BR-101/RJ (Rio-Santos) na segunda-feira (30/1)

Após o período de testes e ajustes nos equipamentos, cobrança efetiva deve acontecer a partir de março A Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) e a CCR RioSP, concessionária responsável pela BR-116/101/RJ/SP, iniciam, […]

Saiba mais
ANTT abre Audiência Pública sobre o Vale-Pedágio obrigatório

23/01/2023

Notícias

ANTT abre Audiência Pública sobre o Vale-Pedágio obrigatório

A sessão pública acontece dia 13/2   AAgência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) publicou a Deliberação nº 3 que comunica a realização da Audiência Pública nº 2/2023 sobre a proposta de revisão e atualização da […]

Saiba mais