Ministro deve confirmar contrato para dragagem do Porto de Santos

Ministro deve confirmar contrato para dragagem do Porto de Santos

Ministro deve confirmar contrato para dragagem do Porto de Santos

Notícias

O Ministério dos Transportes, Portos e Aviação Civil (MTPAC) está perto de solucionar uma pendência que se arrasta há mais de um ano e meio: a contratação da dragagem do Porto de Santos. A expectativa é que o ministro Maurício Quintella anuncie nesta quinta-feira, em sua visita ao cais santista, uma data para a assinatura do contrato com a Van Oord Operações Marítimas, que será responsável pela obra.

O projeto de dragagem licitado pelo Governo Federal prevê o aprofundamento do canal de navegação e das bacias de acesso aos berços de atracação do Porto, dos atuais 15 metros, em média, para 15,4 e 15,7 metros pelos próximos três anos.

Alguns trechos da via marítima também serão alargados. Os locais de atracação terão nova fundura, de 7,6 a 15,7 metros.

A extinta Secretaria de Portos (SEP) licitou, em 9 de julho de 2015, a obra, que é fundamental para garantir a competitividade do cais santista. Após alguns recursos administrativos e judiciais, a EEL Infraestruturas assinou o contrato em abril do ano passado.

A empresa cobrou R$ 369 milhões. Mas o início do trabalho dependia da ordem de serviço, que só seria emitida após a EEL apresentar as garantias financeiras exigidas no edital de licitação – um seguro no valor de 10% do contrato.

Após três tentativas da empresa de apresentar essa garantia, a pasta rescindiu o contrato. A MTPAC não aceitou a documentação apresentada pela EEL. A medida foi anunciada em outubro do ano passado e concretizada nos últimos dias de 2016.

A Van Oord foi a segunda colocada na licitação. A empresa holandesa cobrou R$ 373,9 milhões pela obra, quase R$ 5 milhões a mais do que a primeira colocada.

Após ser convocada pela pasta que comanda os portos brasileiros, a Van Oord recebeu um prazo para demonstrar interesse na obra. Ela aceitou e reduziu seu preço para R$ 369 milhões. Em seguida, apresentou documentos, que já foram analisados pelo ministério.
Fonte – Portos e Navios

Posts Relacionados

ANUT participará do evento P3C PPP e Concessões no Painel sobre RCR!

27/01/2023

Notícias

ANUT participará do evento P3C PPP e Concessões no Painel sobre RCR!

🗓️ Confira as datas: 27 de Fevereiro | Abertura e Premiação | Presencial | B3 28 de Fevereiro | Conferência | Presencial | Centro de Convenções Frei Caneca 🚨Informações https://lnkd.in/dnytsxEc

Saiba mais
Free Flow tem início na BR-101/RJ (Rio-Santos) na segunda-feira (30/1)

27/01/2023

Notícias

Free Flow tem início na BR-101/RJ (Rio-Santos) na segunda-feira (30/1)

Após o período de testes e ajustes nos equipamentos, cobrança efetiva deve acontecer a partir de março A Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) e a CCR RioSP, concessionária responsável pela BR-116/101/RJ/SP, iniciam, […]

Saiba mais
ANTT abre Audiência Pública sobre o Vale-Pedágio obrigatório

23/01/2023

Notícias

ANTT abre Audiência Pública sobre o Vale-Pedágio obrigatório

A sessão pública acontece dia 13/2   AAgência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) publicou a Deliberação nº 3 que comunica a realização da Audiência Pública nº 2/2023 sobre a proposta de revisão e atualização da […]

Saiba mais