Greve dos caminhoneiros ganha adesão de petroleiros e preocupa governo

Greve dos caminhoneiros ganha adesão de petroleiros e preocupa governo

Greve dos caminhoneiros ganha adesão de petroleiros e preocupa governo

Notícias

Com repercussão negativa de aumento do diesel e mais demonstrações de apoio à paralisação, marcada para segunda, dia 1º, acendem luz vermelha no Palácio do Planalto

O jogo mudou. Com a insatisfação gerada pelo aumento do diesel, que subiu 4,4% nas refinarias nesta terça e gerou novas adesões à greve dos caminhoneiros, programada para o dia 1º, o governo passou a tratar o movimento como algo mais palpável. Até então, os comentários dos bastidores eram de que associações com pouca representatividade tentavam fazer barulho nas redes sociais para arregimentar apoio à paralisação, sem muito sucesso.

Nesta quarta, o governo mudou de tom. O presidente Jair Bolsonaro fez um apelo para que os caminhoneiros desistam da ideia da greve. Em troca, prometeu fazer o possível para reduzir a cobrança do PIS/Cofins sobre o diesel. “Reconhecemos o valor dos caminhoneiros para a economia, apelamos para eles que não façam greve, que todos nós vamos perder”, pediu.

Entidades um pouco menores, como a Associação Nacional do Transporte Autônomo do Brasil (ANTB), com 40.000 afiliados, avaliam que o movimento vem ganhando repercussão — e por motivos bem concretos. José Roberto Stringasci, presidente da associação, diz que a tabela do frete mínimo, uma das principais demandas da categoria, não é respeitada pelas transportadoras e as negociações com o governo não avançaram.

“As empresas não são obrigadas a cumprir o preço mínimo por que isso até hoje não virou lei”, afirma. “Representantes de alguns setores, como o agronegócio, entraram com recurso no Supremo Tribunal Federal e a ação ficou parada”.

As demandas dos caminhoneiros passaram a encontrar eco em outros segmentos. A greve agora conta com o apoio da Federação Única dos Petroleiros (FUP), considerada a maior entidade representativa dos petroleiros, com 13 sindicatos afiliados, e Sindicato dos Petroleiros do Rio de Janeiro (Sindipreto-RJ), outro peso-pesado do setor.

Posts Relacionados

ANUT participa de Audiência com o Ministro dos Transportes

17/03/2023

Notícias

ANUT participa de Audiência com o Ministro dos Transportes

Foi realizada ontem, 16/março, na Esplanada dos Ministérios em Brasília, Audiência com o Ministro dos Transportes Renan Filho para apresentar o Conselho Diretor da ANUT e tratar de temas de interesse dos associados. […]

Saiba mais
ANUT participa do P3C (PPP e Concessões)

06/03/2023

Notícias

ANUT participa do P3C (PPP e Concessões)

O Presidente Baldez participou no último 28/fevereiro, em São Paulo, como moderador do P3C (PPP e Concessões) – Painel “RODOVIAS: O QUE É PRECISO FAZER PARA QUE O RCR ATINJA SEUS OBJETIVOS?” O […]

Saiba mais