Governo eleva taxa de retorno para próximos leilões em portos

Governo eleva taxa de retorno para próximos leilões em portos

Governo eleva taxa de retorno para próximos leilões em portos

Notícias

Índice aplicado às novas concessões passa de 8% para 10% ao ano. Mudança foi anunciada pelo Ministério da Fazenda.
O Ministério da Fazenda aumentou nesta terça-feira (14) o valor da taxa interna de retorno (TIR, taxa que dá parâmetros para a lucratividade do investimento) de referência para os próximos leilões de arrendamentos em portos, previstos na nova fase do Plano de Investimento em Logística (PIL), lançado em junho. A taxa aplicada às concessões passará de 8% para 10% ao ano.

 

1

 

 

 

 

 
Segundo a nota divulgada à imprensa, o novo parâmetro será utilizado como a “taxa de desconto para o cálculo da tarifa máxima ou do valor de outorga dos próximos leilões dos arrendamentos portuários”. O índice anterior vigorava desde outubro de 2013.

De acordo com o governo federal, até o final de 2015 devem ser leiloados 29 arrendamentos portuários, em duas etapas. Na primeira delas, estão previstos 8 arrendamentos (5 no Pará e 3 em Santos), e na segunda etapa, 21 arrendamentos (15 no Pará e 6 em Santos).
Na semana passada, o Ministério da Fazenda já havia reajustado a taxa interna de retorno para os próximos leilões de rodovias, que passou de 7,2% para 9,2% ao ano. Na ocasião, o secretário de Acompanhamento Econômico, Paulo Corrêa, afirmou que a elevação não deverá ter impacto significado nas tarifas máximas dos pedágios a serem instalados após os leilões.

“O que nós fizemos foi tornar o número atual, reproduzindo a metodologia anterior. A metodologia não mudou, porque é uma metodologia aceita pelo mercado e pelos órgãos de controle. Nós achamos importante manter as regras do jogo como estão”, afirmou.

Os novos parâmetros para aeroportos e ferrovias ainda serão definidos pelo governo federal.

ENTENDA O PLANO DE CONCESSÕES:
– O plano anunciado pelo governo prevê que as empresas que vencerem as concessões vão investir R$ 198,4 bilhões nas obras de infraestrutura do país
– Esses recursos serão investidos na construção e na reforma das rodovias, ferrovias, portos e aeroportos concedidos
– Desse valor, R$ 69,25 bilhões deverão ser aplicados entre 2015 e 2018
– Os outros R$ 129,2 bilhões serão investidos a partir de 2019 e até o final do prazo de concessão, que varia de acordo com a obra, podendo chegar a 30 anos
– Não foi definido qual será o modelo que será adotado para cada concessão. Por isso, não há previsão de quanto o governo vai arrecadar com os leilões
Fonte: G1

Posts Relacionados

ANUT participará do evento P3C PPP e Concessões no Painel sobre RCR!

27/01/2023

Notícias

ANUT participará do evento P3C PPP e Concessões no Painel sobre RCR!

🗓️ Confira as datas: 27 de Fevereiro | Abertura e Premiação | Presencial | B3 28 de Fevereiro | Conferência | Presencial | Centro de Convenções Frei Caneca 🚨Informações https://lnkd.in/dnytsxEc

Saiba mais
Free Flow tem início na BR-101/RJ (Rio-Santos) na segunda-feira (30/1)

27/01/2023

Notícias

Free Flow tem início na BR-101/RJ (Rio-Santos) na segunda-feira (30/1)

Após o período de testes e ajustes nos equipamentos, cobrança efetiva deve acontecer a partir de março A Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) e a CCR RioSP, concessionária responsável pela BR-116/101/RJ/SP, iniciam, […]

Saiba mais
ANTT abre Audiência Pública sobre o Vale-Pedágio obrigatório

23/01/2023

Notícias

ANTT abre Audiência Pública sobre o Vale-Pedágio obrigatório

A sessão pública acontece dia 13/2   AAgência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) publicou a Deliberação nº 3 que comunica a realização da Audiência Pública nº 2/2023 sobre a proposta de revisão e atualização da […]

Saiba mais