Fávaro defende que obra da ferrovia Transoceânica comece por MT

Fávaro defende que obra da ferrovia Transoceânica comece por MT

Fávaro defende que obra da ferrovia Transoceânica comece por MT

Notícias

Com o intuito de priorizar o fortalecimento da infraestrutura do Estado, o governador em exercício Carlos Fávaro defendeu que o primeiro trecho da Ferrovia Transoceânica comece a ser construído em Mato Grosso. Fávaro participou nesta quarta-feira (17), em Brasília, de uma reunião com um grupo de investidores chineses e com o ministro da China no Brasil, Wang Wei, com o objetivo de avançar nas discussões para construção da ferrovia e se colocou à disposição para empreender todos os esforços políticos necessários para que a obra saia do papel. Em sua avaliação, a construção de forma fracionada é uma excelente opção.

“Mato Grosso tem as cargas, tem o volume necessário que já alimenta o sistema”. Ele lembrou que o Estado é o maior produtor de grãos do Brasil e que a China é o destino de 63% da exportação da soja produzida em Mato Grosso. Ele citou a possibilidade de começar a construção pelo trecho que sai de Sapezal, passa por Comodoro e segue até Porto Velho, no rio Madeira.

Outra possibilidade é o trecho que liga Lucas do Rio Verde a Campinorte (GO), no entroncamento com a ferrovia Norte-Sul. Os recursos obtidos com a primeira fase da obra poderiam ser aplicados na construção das pontes que são fundamentais para a ligação oceânica. O ministro da China no Brasil, Wang Wei, reforçou a importância de iniciar os trabalhos em trechos que tragam viabilidade econômica e disse que não há problemas com o tipo de concessão do Brasil, mas que é preciso analisar a parte financeira.

“Também esclareço que a China e o Brasil não têm nenhum obstáculo em nível de governo”. Para Fávaro, essa intenção dos chineses demonstra pé no chão e a certeza de que o projeto tem viabilidade.

“Queremos ressaltar o compromisso do governador Pedro Taques e do governo do Estado para fazer o que for necessário para viabilizar a ferrovia diante dos trâmites burocráticos, mas os maiores desafios referentes à burocracia devem ser rompidos pelo governo federal, que vai cuidar da concessão”. A reunião organizada pelo senador rondoniense Acir Gurgacz também contou com a participação dos vice-governadores do Acre, Nazareth Lambert, e Rondônia, Daniel Pereira.

Os dois estados também serão beneficiados diretamente com a ferrovia. Parte da bancada federal mato-grossense também esteve na reunião. O senador Gurgacz reforçou que o governo federal e o governo peruano têm interesse na construção da ferrovia, e que todos os estados trabalham para o avanço da obra.

“A expectativa é muito grande e temos a mesma intenção de acelerar esse projeto”, disse. Ele afirmou que em maio o projeto de viabilidade técnica, econômica e ambiental ficará pronto em maio e será entregue ao governo federal.

Fonte – Diário de Cuiabá

Posts Relacionados

ANUT participará do evento P3C PPP e Concessões no Painel sobre RCR!

27/01/2023

Notícias

ANUT participará do evento P3C PPP e Concessões no Painel sobre RCR!

🗓️ Confira as datas: 27 de Fevereiro | Abertura e Premiação | Presencial | B3 28 de Fevereiro | Conferência | Presencial | Centro de Convenções Frei Caneca 🚨Informações https://lnkd.in/dnytsxEc

Saiba mais
Free Flow tem início na BR-101/RJ (Rio-Santos) na segunda-feira (30/1)

27/01/2023

Notícias

Free Flow tem início na BR-101/RJ (Rio-Santos) na segunda-feira (30/1)

Após o período de testes e ajustes nos equipamentos, cobrança efetiva deve acontecer a partir de março A Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) e a CCR RioSP, concessionária responsável pela BR-116/101/RJ/SP, iniciam, […]

Saiba mais
ANTT abre Audiência Pública sobre o Vale-Pedágio obrigatório

23/01/2023

Notícias

ANTT abre Audiência Pública sobre o Vale-Pedágio obrigatório

A sessão pública acontece dia 13/2   AAgência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) publicou a Deliberação nº 3 que comunica a realização da Audiência Pública nº 2/2023 sobre a proposta de revisão e atualização da […]

Saiba mais