ANTT abre Audiência Pública para concessão da Rota do Pantanal

ANTT abre Audiência Pública para concessão da Rota do Pantanal

ANTT abre Audiência Pública para concessão da Rota do Pantanal

Notícias

A sessão virtual e presencial ocorre no dia 22 de março

 

AP 13-22_Portal gov.br.jpg

A Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) vai realizar a Audiência Pública nº 03/2023, para colher contribuições da sociedade às minutas de Edital e Contrato, ao Programa de Exploração da Rodovia (PER) e aos Estudos de Viabilidade Técnica, Econômica e Ambiental, que visa à concessão do lote rodoviário composto pela rodovia BR-163/MS, do entroncamento com a BR-262/MS (Campo Grande) até a divisa do Estado de Mato Grosso do Sul e o Estado de Mato Grosso (fim da Ponte Rio Correntes).

O trecho foi denominado de Rota do Pantanal e tem extensão total de 379,60 km. Estão previstas melhorias, tais como a duplicação de 67 km, 84 km de faixas adicionais, 2,5 km de vias marginais, implantação de travessias urbanas, e diversos dispositivos de segurança apresentados no PER. Além disso, buscando ampliar a capacidade do sistema rodoviário com segurança e proporcionando melhor trafegabilidade ao usuário do trecho, o projeto prevê passagens de fauna, pontos de ônibus e melhorias como acessos, passarelas e a duplicação do trecho.

A tarifa básica de pedágio de pista simples está dimensionada no valor inicial de R$ 14,20 a cada 100 km aproximadamente.

A sessão híbrida (virtual e presencial) da AP ocorre no dia 22 de março de 2023, em Brasília/DF, com transmissão ao vivo no Canal ANTT no Youtube. O evento inicia às 10h e deve se prolongar até 18h. O período para conhecimento do projeto e o envio de contribuições escritas pelos usuários tem início no dia 27 de fevereiro e vai até as 18h do dia 13 de abril.

As informações específicas sobre a matéria, bem como as orientações acerca dos procedimentos relacionados à realização e participação na sessão da audiência, estão disponíveis, na íntegra, no sítio http://www.antt.gov.br – Participação Social – Audiência Pública nº 03/2023 e no Sistema ParticipANTT.

Para saber como contribuir, assista ao tutorial no Canal ANTT no YouTube.

Informações e esclarecimentos adicionais poderão ser obtidos pelo e-mail ap003_2023@antt.gov.br.

Histórico – O pleito foi para apreciação da Diretoria da ANTT após a elaboração dos estudos de viabilidade técnica, econômica e ambiental relacionado ao projeto para concessão do sistema rodoviário da BR-163/MS, elaborados pela estruturadora de projetos, INFRA S.A. A BR-163/MS está, atualmente, sob concessão da Concessionária de Rodovia Sul-Matogrossense S.A (MS Via).

O trecho de 847,2 km foi submetido a leilão em 2013, sendo o contrato assinado em 12 de março de 2014, quando a concessionária assumiu o compromisso de exploração da infraestrutura, prestação do serviço público de recuperação, operação, manutenção, monitoração, conservação, implantação de melhorias, ampliação de capacidade e manutenção do nível de serviço do sistema rodoviário, nos prazos e condições estabelecidos no contrato e Programa de Exploração da Rodovia (PER).

A concessão fez parte da 3ª Etapa do Programa de Concessão de Rodovias Federais, e iniciou as atividades em 11 de abril de 2014 sendo a cobrança de pedágio iniciada em 14 de setembro de 2015.

A atual concessionária protocolou junto à ANTT o pedido de rescisão amigável do contrato, solicitando a devolução do trecho, aderindo ao processo de relicitação, nos termos da Lei nº 13.448, de 5 de junho de 2017, que estabeleceu as diretrizes gerais para prorrogação e relicitação dos contratos nos setores rodoviário, ferroviário e aeroportuário.

Diante da solicitação, a relicitação da concessão da BR-163/MS foi qualificada na 14ª Reunião do Conselho do Programa de Parcerias e Investimentos, por meio da Resolução nº 148 de 2 de dezembro de 2020 e do Decreto nº 10.647, de 11 de março de 2021, sendo então submetido à análise de viabilidade.

Com objetivo de garantir a continuidade dos serviços operacionais e manutenção da segurança aos usuários, bem como proporcionar ampliação de capacidade e melhorias no trecho rodoviário, a Infra S.A., a ANTT passou analisar o trecho na sua extensão total de 847,2 km.

Durante a realização dos estudos de viabilidade e reuniões técnicas com a equipe do Ministério da Infraestrutura, atual Ministério dos Transportes, identificou-se a necessidade de dividir o lote inicialmente composto pelas rodovias BR-163/MS e BR-267/MS, com objetivo de viabilizar a concessão.

O trecho da BR-267/MS deverá compor o lote rodoviário denominado “Rota Tuiuiu”, tornando os trechos mais atrativos aos investidores e proporcionando à sociedade a oportunidade de se manifestar acerca das melhorias do trecho em dois momentos distintos, construindo um novo projeto de concessão, tendo em vista a incapacidade declarada da Concessionária MS Via de adimplir as obrigações assumidas na assinatura do contrato.

SERVIÇO:

Evento: Sessão pública híbrida da AP nº 03/2023

Local: Auditório Eliseu Resende – Sede ANTT e por videoconferência (Lote 10 Projeto Orla Polo 8, Brasília – DF, 70200-003)

Data: 22 de março de 2023

Horário: das 10h às 18h (horário de Brasília)

Capacidade: 350 pessoas

Fonte: ANTT

Posts Relacionados

ANUT participa de Audiência com o Ministro dos Transportes

17/03/2023

Notícias

ANUT participa de Audiência com o Ministro dos Transportes

Foi realizada ontem, 16/março, na Esplanada dos Ministérios em Brasília, Audiência com o Ministro dos Transportes Renan Filho para apresentar o Conselho Diretor da ANUT e tratar de temas de interesse dos associados. […]

Saiba mais
ANUT participa do P3C (PPP e Concessões)

06/03/2023

Notícias

ANUT participa do P3C (PPP e Concessões)

O Presidente Baldez participou no último 28/fevereiro, em São Paulo, como moderador do P3C (PPP e Concessões) – Painel “RODOVIAS: O QUE É PRECISO FAZER PARA QUE O RCR ATINJA SEUS OBJETIVOS?” O […]

Saiba mais