ANTAQ debate agenda positiva com CNI e usuários dos portos

ANTAQ debate agenda positiva com CNI e usuários dos portos

ANTAQ debate agenda positiva com CNI e usuários dos portos

Notícias

 

Entre os assuntos discutidos, tratou-se da Resolução Normativa 18/2017, que está em vigor há três meses, e da padronização da terminologia das taxas portuárias de contêineres

Os diretores da Agência Nacional de Transportes Aquaviários – ANTAQ, Mário Povia (diretor-geral substituto) e Francisval Mendes, reuniram-se, na manhã desta quarta-feira (11), na sede da Agência, em Brasília, com representantes da Confederação Nacional da Indústria (CNI) e de entidades representativas da indústria, em mais um encontro da chamada Agenda Positiva com o setor.

Nesta primeira reunião de 2018 foi discutida a aplicação da Resolução Normativa 18/2017. Ao abrir a reunião, o diretor-geral substituto da ANTAQ afirmou que, com o regramento em vigor, a hora é de sentir a avaliação do mercado em relação à norma.

A Resolução, que entrou em vigor em 21 de dezembro último, dispõe sobre os direitos e deveres dos usuários, dos agentes intermediários e das empresas que operam nas navegações de apoio marítimo, apoio portuário, cabotagem e longo curso, e estabelece infrações administrativas. Além de debatida com o mercado, o normativo teve a sua formulação amplamente discutida no âmbito da agenda positiva com os usuários.

Os representantes do Conselho dos Exportadores de Café do Brasil (Cecafé), Eduardo Santos, da Associação Brasileira das Indústrias Químicas (Abiquim), Diego Hrycylo, e da Companhia Siderúrgica Nacional (CSN), Solange Pereira, elogiaram o normativo da ANTAQ.

O dirigente do Cecafé afirmou que “a Resolução é um marco da relação entre os entes prestadores e os usuários dos serviços do transporte aquaviário”. Já Solange, da CSN, manifestou que os usuários estão sentindo os bons efeitos da norma: “Temos recebido muitas manifestações positivas com relação aos resultados do novo regramento”, observou.

Outro tema discutido durante a reunião foi a elaboração de uma resolução para padronização da terminologia das taxas portuárias de contêineres. O superintendente de regulação, Bruno Pinheiro, afirmou que a Agência está preparando um plano de trabalho para uniformização dessa terminologia.

Além da CNI, a reunião contou com a participação de representantes do Cecafé, Abiquim, CSN, Federação das Indústrias do Estado do Paraná (Fiep), Confederação Nacional da Agricultura (CNA), Aprosoja e Associação Nacional dos Usuários do Transporte de Carga (Anut). Pela ANTAQ, participaram os superintendentes e gerentes das áreas de Outorgas, Regulação, Fiscalização e Desempenho, Desenvolvimento e Sustentabilidade e assessores da Diretoria.

 

Fonte: ANTAQ

Posts Relacionados

ANUT participará do evento P3C PPP e Concessões no Painel sobre RCR!

27/01/2023

Notícias

ANUT participará do evento P3C PPP e Concessões no Painel sobre RCR!

🗓️ Confira as datas: 27 de Fevereiro | Abertura e Premiação | Presencial | B3 28 de Fevereiro | Conferência | Presencial | Centro de Convenções Frei Caneca 🚨Informações https://lnkd.in/dnytsxEc

Saiba mais
Free Flow tem início na BR-101/RJ (Rio-Santos) na segunda-feira (30/1)

27/01/2023

Notícias

Free Flow tem início na BR-101/RJ (Rio-Santos) na segunda-feira (30/1)

Após o período de testes e ajustes nos equipamentos, cobrança efetiva deve acontecer a partir de março A Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) e a CCR RioSP, concessionária responsável pela BR-116/101/RJ/SP, iniciam, […]

Saiba mais
ANTT abre Audiência Pública sobre o Vale-Pedágio obrigatório

23/01/2023

Notícias

ANTT abre Audiência Pública sobre o Vale-Pedágio obrigatório

A sessão pública acontece dia 13/2   AAgência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) publicou a Deliberação nº 3 que comunica a realização da Audiência Pública nº 2/2023 sobre a proposta de revisão e atualização da […]

Saiba mais